Pontos turísticos de Belém

Thumb

Complexo Feliz Luzitânia  

O complexo turístico, localizado na região portuária de Belém, com construções que datam do período colonial,retrata a história da cidade. Abriga museus, restaurantes e oferece diversas opções de lazer às margens da Baía do Guajará. 

Engloba a Igreja de Santo Alexandre, com seus belos jardins externos; o Museu de Arte Sacra, repleto de estátuas e artefatos religiosos que retratam a história regional; o Forte do Presépio e a Casa das 11 Janelas. 

Mercado do Ver-o-Peso



 



 


 


Foto: Mercardo Ver-o-Peso, em Belém

É Um dos cartões postais de Belém, o Mercado Ver-o-Peso reúne tudo o que há de mais paraense. Na feira diversificada são encontrados peixes de água doce, carnes, frutas e legumes regionais, além de artigos religiosos e ervas medicinais.  

O complexo, localizado no centro histórico de Belém, enche a alma dos visitantes e moradores com sua beleza, cheiros, cores e sabores. 

Estação das Docas - o sabor regional às margens da baía


 


 



 


Foto: Estação das Docas

Com uma área de 32 mil metros quadrados em 500 metros de orla fluvial de Belém, a Estação das Docas é um grande complexo de lazer, excelente para qualquer idade e para todos os gostos.

Ideal para passear e contemplar a Baía do Guajará, tomar deliciosos sorvetes de frutas regionais, assim como assistir a shows folclóricos e se deliciar com os pratos típicos da culinária paraense. Também abriga , museu, feira de artesanatos, lojas e muito mais.

O complexo todo construído em ferro inglês, no antigo porto da capital, foi restaurado e tombado pelo Patrimônio Histórico.

Complexo Ver-o-Rio - espaço cultural em praça pública

Comidas típicas, shows musicais, cultura e uma exuberante paisagem podem ser apreciados no Complexo Turístico Ver-o-Rio, uma espécie de praça pública, localizada às margens da Baía do Guajará.

O complexo conta com barracas de comidas típicas, bares, um palco, playground, calçadão de pedra portuguesa e um marégrafo - aparelho que mede o nível da maré.

Planetário Sebastião Sodré da Gama 

O planetário do Pará é uma opção de lazer cultural e de estímulo ao conhecimento prático e científico, onde é possível se obter dados específicos, com equipamentos apropriados para estudos, análises e pesquisas sobre Astronomia.

Inaugurado em 1998, é o primeiro de toda Região Norte, e considerado um dos mais modernos do país, com equipamentos vindos diretamente da Alemanha. Reproduz em sua cúpula 88 constelações, 7.000 estrelas, planetas, cometas, etc.

Mercado de São Brás 

Construído na primeira década do século XX, em estilo art nouveau e neoclássico. Em suas dependências, funcionam lojas de artesanato paraense.

Mangal das Garças - síntese  do ambiente amazônico

Lindíssimo local com borboletário, viveiro de pássaros, restaurante, farol e museu. Às margens do Rio Guamá, o parque fica localizado no entorno do Centro Histórico de Belém, em uma área de aproximadamente 40.000 m², contígua ao Arsenal de Marinha.

O Mangal das Garças representa uma síntese do ambiente amazônico, bem no coração da cidade. Uma obra emblemática onde a natureza é preservada e o homem aprende a conviver, sem destruir, com a sua circunstância ambiental.

Em harmonia com essa paisagem, foram introduzidas algumas edificações: pórtico, restaurante, mirante, viveiro de pássaros, viveiro de borboletas e beija-flores e quiosques para lanches.

Jardim Botânico da Amazônia Bosque Rodrigues Alves 

Um pedaço da da Floresta Amazônica no meio do centro urbano, o Bosque, idealizado pelo Barão de Marajó, por volta de 1880, é um dos pontos turísticos mais visitados de Belém.

Possui viveiro de pássaros e animais em extinção, orquidário, aquário e lago que oferece passeio fluvial em canoas.

Além de opção de lazer, hoje, na qualidade de Jardim Botânico da Amazônia, realiza estudos e abriga programas de preservação ambiental de espécies ameaçadas.

Parque da Residência  

Antiga residência dos governadores do Pará, no início do século, hoje mantém um orquidário que abriga espécies raras da Amazônia.

Um traço peculiar do Parque é que, na sua área central, encontra-se um antigo vagão de trem, da Estrada de Ferro de Bragança, onde hoje funciona uma sorveteria de sabores regionais.

A Estação Gasômetro, toda em ferro, comporta um teatro para 400 pessoas, um café e lojas de produtos regionais e um restaurante.

Espaço São José Liberto

O Espaço São José Liberto (Antigo Presídio São José), abriga hoje o Pólo Joalheiro e a Casa do Artesão. Além de oferecer aos visitantes amostras do potencial mineral e artesanal do Pará, aliadas a um ambiente agradável e climatizado, também abriga diversos eventos culturais.

Praça da República 

Quem anda pelo verde gramado da Praça da República hoje, não é capaz de imaginar que o local já funcionou como cemitério destinado aos escravos e à população sem recursos.

Apenas mais tarde, quando foi construído o monumento alusivo à Proclamação da República, passou a se chamar Praça da República. Contém o Parque João Coelho, a Praça da Sereia e o Theatro da Paz.   

Praça Batista Campos - recanto do romantismo belenense

Um recanto de beleza e tranquilidade, a Praça Batista Campos é famosa por seus coretos, lagos, árvores e pássaros que dão ao local, um toque de ramantismo e bucolismo, característicos da cidade de Belém.

Foi inaugurada, em 1904, para homenagear o Cônego Batista Campos. É constituída por pavilhões e caramanchões importados da Alemanha, parapeitos e pontes. Atualmente, é muito utilizada pela comunidade para prática de esportes e lazer.

Praça Princesa Isabel - Terminal Fluvial Turístico 

É onde se localiza o primeiro Terminal Fluvial Turístico de Belém, dotado de trapiche em forma de píer, com capacidade para 12 embarcações, possui área de embarque e desembarque para passeios turísticos.

Além de terminal, na praça, há: anfiteatro para atividades culturais; estacionamento para ônibus e carros; posto da Guarda Municipal; posto de informações turísticas. É o ponto de partida para a visitação às ilhas de Belém, na margem do rio Guamá. 

Praça Dom Pedro II -mais charme para o centro histórico  

Recentemente reformada pela Prefeitura Municipal de Belém, a praça D. Pedro II é um cartão postal a mais no Centro Histórico de Belém. 

A obra é um presente da prefeitura para a população e possui no seu projeto paisagístico espécies da flora regional, uma fonte luminosa e um lago que estava aterrado há dois anos.



» Conheça Também

Thumb2

Turismo

Fundação Municipal de Turismo de Manaus - Manaustur

A Fundação Municipal de Turismo é responsável pelas ações de divulgação da cidade como destino turístico e de melhoria das condições de atendimento aos visitantes e à própria população. A Manaustur atua também na promoção de eventos culturais,......

Leia Mais

Thumb2

Lugares históricos

Palacete Faciola - Belém, Pará

O Palacete Faciola, em Belém, Pará, que abrigará a futura sede do Instituto de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental do Pará (Idesp). Localizado na Avenida Nazaré, esquina com Doutor Moraes,  é referência histórica da cidade de......

Leia Mais