Bandeira do Amazonas

Thumb
Origem da bandeira

A bandeira é o distintivo de uma nação, corporação, partido, clube, país, estado ou município, e , neste caso, o identifica e traduz valores próprios do seu povo. Tem origem NO italiano bandiera, ou, segundo outros estudiosos, NO alemão, banier, que significaria insígnia militar. Normalmente, era uma peça de lenço ou seda, quarteada de várias cores, para que pudesse ser conhecida e ao seu redor estivessem os soldados.


A Forma

Originalmente, todas AS bandeiras tinham a forma quadrada, mesmo nos tempos medievais, mas, deve-se observar a formação tomada a partir de módulos com os quais se consegue a disposição correta de todos os elementos que a compõem. Nos dias atuais, a forma usual é a retangular e não pode haver avesso.


O desenho

NO desenho deve ser único e exclusivo, sendo efetivamente repetido em qualquer tamanho ou quantidade de módulos, por isso, a legislação contém AS informações essenciais à observância desta regra, inclusive quanto à relação entre o cumprimento e a largura, o que lhe dará sempre proporções adequadas.


AS cores da bandeira

Relacionando AS cores azul e branca ao Brasil, a indicação mais antiga que se tem vem dos fins do século XI, tempo em que foram adotadas como AS cores do Condado Portucalense, fundado em 1605, quando D. Henrique criou uma bandeira com uma cruz esquartelando um campo em pares iguais. Foram AS cores levadas por Afonso Henrique à batalha de Ourique. Surgem a seguir AS bandeiras da Ordem de Cristo e do Comércio Marítimo, depois das quais o azul e o branco estarão sempre presentes nas bandeiras REAL, imperial e republicana do Brasil e em quase todos os escudos e bandeiras estaduais e municipais.

A bandeira do Amazonas

Na bandeira amazonense, ao branco e azul soma-se o vermelho (que pode ser interpretado em relação à época de preparação da bandeira), exatamente para que fosse levada aos campos de combate em Canudos, NO ano de 1897, pelo batalhão militar amazonense, que se integrou às forças dos demais estados naquela luta.

AS estrelas

As estrelas heráldicas de cinco pontas são extremamente comuns em nossos símbolos. Estão nas Armas Nacionais, simulam a constelação do Cruzeiro do Sul, representam o Distrito Federal e parecem proteger o escudo. Já estavam NO Brasão de Armas do Reino e do Império do Brasil e também foram peças da bandeira da Revolução Baiana de 1798, e das revoluções pernambucanas de 1817 e 1824. Estão na maioria das bandeiras estaduais lançadas com a proclamação da República.

No retângulo azul da bandeira do Amazonas são aplicadas 25 estrelas em prata, simbolizando o número de municípios existentes em 4 de agosto de 1897 e indicando o momento histórico do embarque das tropas para Canudos, tal como se recolhe das pesquisas históricas, e foi depois lançado NO artigo 7.º, inciso VI da lei respectiva. NO centro do retângulo azul há uma estrela de primeira grandeza, representando Manaus.

Da esquerda para a direita AS estrelas simbolizam os municípios de Borba, Silves, Barcelos, Maués, Tefé, Parintins, Itacoatiara, Coari, Codajás, Manicoré, Barreirinha, São Paulo de Olivença, Urucará, Humaitá, Boa Vista, Moura, Fonte Boa, Lábrea, São Gabriel da Cachoeira, Canutama, Manacapuru, Urucurituba, Carauari e São Felipe do Juruá.

A bandeira do Estado do Amazonas foi consolidada pela Lei n.º 1.513, de 14 de janeiro de 1982 e seu uso foi regulamentada pelo Decreto n.º 6.189, de 10 de março de 1982.


Portal Amazônia
Fonte: Biblioteca Virtual do Amazonas
18/07/2005-GC





» Conheça Também

Thumb2

História

Borracha, época áurea

A borracha é produzida por várias plantas: o caucho, a mangabeira, a maniçoba, a maçaranduba e a Hevea Brasiliensis. De todas, a Hevea Brasiliensis se destaca, seja pela quantidade produzida, seja pela aplicação.Todas essas plantas recebem o nome......

Leia Mais

Thumb2

Plantas

Breu

Nome científico: Protium heptaphyllum March.
Família: Burseraceae
Distribuição geográfica: Matas de terra firme, em solo argiloso, da região Amazônica, Bahia, Minas Gerais e Goiás. Ainda......

Leia Mais