Portal Amazônia » Notícias » Matéria

atualidades

09/05/2013 às 10:32 Portal Amazônia, com informações da Agência Amapá

Produtores do Amapá trocam experiências sustentáveis com Guiana Francesa

O projeto Inter-Agindo apresenta os métodos adotados pelos guianenses e amapaenses na produção orgânica na horticultura e fruticultura.

Da esquerda para a direita: Marcondes Gonçalves, Eduardo Heinzen e Hugues Bergere. Foto: Divulgação/Agência Amapá

Da esquerda para a direita: Marcondes Gonçalves, Eduardo Heinzen e Hugues Bergere. Foto: Divulgação/ Agência Amapá

MACAPÁ - O projeto Inter-Agindo, criado há um ano,  e idealizado pela Embrapa do Amapá, consiste na troca de conhecimento sobre tecnologias agroecológicas utilizadas por agricultores do Estado e da Guiana Francesa. Uma das experiências utiliza a prática de moer galhos de árvores para forrar canteiros, como forma de manter a umidade, impedir o avanço de ervas  invasoras e permitir a recomposição de matéria orgânica. O interesse dos guianenses é o cultivo de açaizais de mínimo impacto.

O intercâmbio de conhecimento acontece entre a Embrapa e a Cooperativa Agroecológica Bio Sanave, da Guiana Francesa. O projeto apresenta os métodos adotados pelos guianenses e amapaenses na produção orgânica certificada na horticultura e fruticultura, produção de compotas e licores, pastagens cultivadas para bovinos e bubalinos, além da avicultura de corte e postura, para serem adotados no Amapá.

O zootecnista do Rurap, Eduardo Luiz Heinzen,  acredita que as técnicas podem ser adaptadas nos dois lugares, principalmente com relação aos sistemas de pastagem cultivadas. “O clima e o solo são muito semelhantes”, avaliou o especialista.

A engenheira florestal Júlia Stuchi explica que o próximo passo  é trabalhar para firmar uma cooperação entre os parceiros do projeto e os cooperados da Bio Sanave para que o intercâmbio de experiências e conhecimentos aconteça de forma regular. “Isso contribui para o desenvolvimento agropecuário dos dois países”, afirmou.

A Cooperativa Agroecológica Bio Sanave surgiu em 2008 com o objetivo de organizar a cadeia de produtos orgânicos, atuando desde pesquisas com técnicas de produção sustentável até a comercialização e promoção dos produtos. Conta com o apoio da Região da Guiana Francesa (vinculada ao Governo da França), União Européia (recursos financeiros) e governo francês.

 O intercâmbio iniciou em maio de 2012, quando produtores e criadores de animais da Cooperativa Agroecológica Bio Savane, da Guiana Francesa, estiveram no Amapá conhecendo técnicas de produção agroecológicas.

COMENTÁRIOS