Portal Amazônia » Notícias » Matéria

atualidades

01/09/2012 às 17:05 Diego Oliveira - jornalismo@portalamazonia.com

Nostalgia no bairro Cachoeirinha, antiga sede da TV Amazonas

O bairro abrigou a primeira sede da TV Amazonas. O local foi berço do canal até 1994.

MANAUS - A TV Amazonas faz parte da vida de milhares de amazonenses, especialmente dos moradores da Avenida Carvalho Leal, no bairro Cachoeirinha. O endereço abrigou a primeira sede da emissora, no ano de 1972. Até 1994, o local foi berço da Tv Amazonas. Em 2003, o canal mudou para o Edifício Nazira Daou, prédio construído na área do antigo parque transmissor, no bairro Aleixo. Atualmente, uma empresa de comunicação visual ocupa a antiga instalação, mas aqueles que viram de perto o seu crescimento nunca esqueceram os bons momentos.

Em uma época de desenvolvimento para vários bairros de Manaus, a TV Amazonas surgiu para marcar história na televisão amazonense. Aos 60 anos, a cozinheira Aurea Silva de Freitas nasceu e mora até hoje na Avenida Tefé. Ela diz lembrar com carinho a chegada das instalações da emissora. “Foi uma verdadeira festa. Não existe outra palavra. As brincadeiras de rua promovidas pela TV Amazonas eram sempre divertidas. Além dos artistas que eram entrevistados, o pessoal fazia maior alvoroço para tentar falar com eles. O Dr. Phellipe é um homem sábio e ajudou na evolução do bairro Cachoeirinha”, explicou.

Áurea Freitas (blusa rosa) lembra com carinho da TV Amazonas – Foto: Diego Oliveira/Portal Amazônia

A vida da dona de casa Fátima Soeiro, de 66 anos, passou por muitas reviravoltas durante os 44 anos que  mora no bairro Cachoeirinha. No entanto, nenhum acontecimento marcou mais do que a chegada das instalações da TV Amazonas próximo de sua residência. “São tantas lembranças! As melhores são das festas promovidas pela emissora. Era uma alegria só. A Rede Amazônica é um marco na minha história e na vida de todos na região Amazônica, pois ela mostra as nossas belezas para o mundo”, informou.

Os moradores recordam de eventos na rua e principalmente o incentivo de práticas esportivas. A aposentada Iracema Santos, de 65 anos, sente falta da interação que isso trazia para os envolvidos. “Era uma época tranquila, onde todos se conheciam. Hoje, temos medo de ir à esquina comprar algo. A nostalgia toma conta da nossa vida com o passar dos anos, mas a TV Amazonas sempre se renova e oferece uma programação excelente. São 40 anos merecidos”, contou a aposentada.

Atualmente o prédio é ocupado por uma empresa de comunicação visual – Foto: Diego Oliveira/Portal Amazônia

 

COMENTÁRIOS