Pará

Thumb

O Estado do Pará ocupa 26% de toda Amazônia Legal, é atravessado de oeste a leste pelo rio Amazonas, que desemboca no oceano Atlântico, no nordeste do estado. Está localizadada no território do Pará a maior hidrelétrica essencialmente brasileira, a hidrelétrica de Tucuruí.

O clima na região é quente e úmido. As três bacias hidrográficas presentes no estado formam uma rede hidrográfica de mais de 20 mil Km.

O Estado apresenta ambientes naturais diversificados, ricas expressões culturais e folclóricas e artesanato com origem na cultura indígena.

A população do Pará é constituída principalmente por caboclos, resultantes da mestiçagem de índios e europeus.

O Pará reúne a modernidade dos grandes estados brasileiros e o privilégio de estar incrustado na região mais bela do Planeta, a Amazônia. Por isso, em território paraense, além do contato com infra-estrutura necessária para belos passeios, também é possível conhecer a cultura dos índios amazônicos.

Belém, capital do Pará, concentra praticamente toda a atividade industrial do estado, importantes produtos industriais, quanto ao valor de produção, como os tecidos de juta, a madeira serrada (ou desdobrada), o cimento e vários tipos de bebidas.

A navegação fluvial é o principal meio de transporte, sendo o porto de Belém um dos mais importantes da região amazônica.

No Estado não existem ferrovias e na rede rodoviária, sobressaem a Belém-Brasília (BR-010), a Belém-São Luís (BR-316), com 903km, e a Transamazônica (BR-230), ainda incompleta em seus mais de cinco mil quilômetros.

Os principais pontos de atração no estado situam-se na cidade de Belém.

A beleza da capital, seus edifícios antigos, suas igrejas, o Teatro da Paz, o famoso Mercado Ver o Peso, o Bosque Municipal Rodrigues Alves, a Cidade Velha, o Mercado Público de São Brás,constituem atração para o turista.

A grande festa religiosa do Pará é o Círio de Nazaré que atrai multidões de fiéis e turistas.

O ritmo dançante mais famoso no Estado é o famoso carimbó.

A cultura indígena é a grande responsável pela presença de ervas medicinais, raízes milagrosas, amuletos, banhos-de-cheiro, olhos de boto, dentes de jacaré e animais empalhados nas feiras populares do Pará e encontradas principalmente no Mercado-Ver-O-Peso.


Informações turísticas sobre o Pará


O Pará é um dos Estados do Norte do Brasil, fazendo parte da Amazônia Legal. É em seu território  o rio Amazonas deságua no Oceano Atlântico. A rica natureza amazônica dotou o Pará de praias oceânicas e de água doce, áreas de floresta virgem, serras, lagos e a maior parte dos rios amazônicos.


Sua capital, Belém, é uma das cinco maiores regiões metropolitanas brasileiras e dispõe de completa infra-estrutura urbana. Abriga uma das maiores universidades do Brasil, e dispõe de um significativo conjunto de museus, espaços culturais eruditos e populares, amplamente utilizados pelos seus residentes, quase dois milhões de habitantes.


Com uma cultura de forte herança indígena, mesclada por levas de migrantes europeus, africanos e asiáticos, o Pará tem ritmos e paladares próprios: a generosa natureza amazônica fornece a matéria prima para uma gastronomia de toques exóticos, já presente em restaurantes internacionais; para instrumentos musicais, peças de decoração, e manifestações folclóricas exclusivas.

Os atrativos naturais estão em todas as regiões do Pará. Na capital, Belém, há espaços culturais e de entretenimento, com ênfase no patrimônio histórico. Belém é também porta para o turismo de negócios.


E no mês de outubro, Belém se transforma na capital do turismo religioso. É o "Natal" dos paraenses: o Círio de Nossa Senhora de Nazaré.


Já na Costa Atlântica, em especial na região de Salinópolis, o destaque é para as praias de oceano. Elas somam mais de 20 quilômetros de extensão.


No oeste do Estado, o turista encontra o  rio Tapajós, onde está a cidade de Santarém, conhecida como a "Pérola do Tapajós". Na região de Santarém existem praias fluviais exóticas onde pode-se apreciar o encontro entre as águas barrentas do rio Amazonas com as águas esverdeadas do Tapajós. Um espetáculo formado por rios que correm juntos por quilômetros, sem se misturar. Lá também está a praia mais famosa, Alter do Chão, conhecida como "Caribe Amazônico".


Para quem procura turismo ecológico, o rumo é o Marajó. Maior ilha flúvio-marítima do mundo, localizada na foz do Amazonas, possui inúmeras atrações. Da culinária aos cenários de pantanal com riqueza de flora e fauna, a ilha de Marajó é um lugar para lembrar que a natureza é mãe de todas as belezas.



 


 



» Conheça Também

Thumb2

Geografia

Vale do Javari

O rio Javari nasce da confluência dos rios Jaquirana e Batã, no Amazonas, quase na divisa com o Acre e faz a fronteira do Brasil com o Peru até desembocar no rio Solimões, onde este penetra em território brasileiro, a partir da Colômbia. Rio......

Leia Mais

Thumb2

Museus

Museu do Estado do Pará

O Museu do Estado funciona na antiga sede do Governo, construção do século XVIII, com projeto original do arquiteto Antonio Landi, erguida por ordem do Marquês de Pombal que pretendia transferir a corte portuguesa para o Pará. Transformado em......

Leia Mais